top of page
Logo D1LANCE
  • Foto do escritorRafael Sapka

Desistir do leilão: o que acontece quando você desiste da arrematação?

Desistir de um leilão sem amparo legal pode trazer consequências negativas para a sua vida econômica e financeira, afinal, você acaba prejudicando outras pessoas além de si.

O que acontece se você desiste do leilão.

Especialistas recomendam que os lances em leilões devem ser oferecidos apenas quando o possível arrematador tem meios concretos de arcar com o valor acordado.

Uma vez que a desistência pode impedir a sua candidatura a lances em leilões futuros e ainda trazer prejuízos financeiros com o arbitramento de multas.

Mas antes de falarmos melhor sobre as consequências, vamos destacar quando que a desistência é um direito do arrematante e quando ela é infundada.

1- Quando que posso desistir de uma arrematação?

Considerando que, em processo judicial, cada caso é um caso, não existe uma regra definitiva que especifica quando o arrematante pode desistir ou não. Tudo depende de uma análise individual e do entendimento do Juiz do caso.

Porém, existem algumas situações previstas em lei que dão amparo legal para desistência sem nenhum ônus. As duas principais situações são:

Oposição de Impugnação à Arrematação: Após a assinatura do Auto de Arrematação, se a parte executada ou um terceiro entrar com uma Impugnação à Arrematação dentro do prazo legal (10 dias úteis), o arrematante tem o direito de aguardar o julgamento da impugnação ou simplesmente solicitar a desistência da sua compra sem nenhum prejuízo.

Existência de ônus real ou gravame não mencionado no edital: Se for constatado algum ônus ou gravame (como dívidas, alienação fiduciária etc.) que não foi mencionado no edital, o arrematante pode solicitar ao Juízo a desistência, tendo em vista o vício oculto em sua arrematação.

2- Desistência sem motivos = Arrependimento

Caso o arrematante queira desistir de seu lance simplesmente por sentimento de insegurança e sem amparo legal, consideramos como arrependimento, o que pode levar a algumas consequências desagradáveis.

Veja no edital do leilão se existe uma disposição falando sobre a multa, desistência ou arrependimento. Na maioria dos casos, em leilão judicial, será definido que o Juiz aplicará as sanções cabíveis.

É muito comum também ser deparar com o seguinte trecho em leilões judiciais:

“Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - arts. 186 e 927 do Código Civil - ficará sujeito às penalidades do artigo 358 do Código Penal: Art. 358 - Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena - detenção, de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, ou multa, além da pena correspondente à violência."

Esse trecho quer dizer que o não pagamento ou desistência pode ser entendido pelo Juiz como fraude, portanto aplicável sanções na esfera civil como também na esfera criminal, o que é muito raro.

3- Quais as principais punições

O que costumamos ver como principais punições por desistências infundadas são:

Impedimento de participação: O Juiz pode decretar o impedimento do arrematante de participar do leilão daquele processo novamente ou até mesmo de todos os leilões realizados por sua Vara.

Multa: Alguns Juízes com a mão mais pesada podem estipular multa para o arrematante que desistiu. Algumas sanções comuns que vemos são: 10% do valor da arrematação, e arcar com a comissão do leiloeiro, normalmente 5% do valor do lance vencedor.

Vale lembrar que, apesar dessas serem as principais punições por desistência que vemos, o Juiz tem autonomia para definir qual é a melhor maneira de remediação dependendo do caso.

Portanto, é importante que você entenda todas as regras e condições do leilão antes de participar e faça uma oferta apenas se estiver disposto e capaz de cumprir com as obrigações financeiras da compra.

Como especialistas no mercado imobiliário, sabemos exatamente o que nossos clientes procuram e oferecemos uma ampla variedade de imóveis para leilão, desde apartamentos, casas e terrenos (urbanos e rurais) até propriedades comerciais.

Em nossos leilões, a transparência é fundamental. Todos os participantes têm a mesma chance de arrematar o imóvel de sua escolha, pois acreditamos que todos merecem uma oportunidade justa.

Além disso, nosso processo é totalmente seguro e confiável, para que você possa adquirir o imóvel dos seus sonhos sem preocupações. E, é claro, estamos aqui para ajudar em cada etapa do caminho, com profissionais altamente capacitados prontos para atendê-lo.

Não perca mais tempo procurando por aí! Entre em contato conosco agora mesmo pelo Whatsapp e descubra como podemos ajudá-lo a encontrar o imóvel ideal para você!


Confira o vídeo que disponibilizamos no nosso canal do YouTube com tudo o que você precisa saber sobre Pós Arrematação. Assista abaixo!




Posts recentes

Ver tudo
Blog D1LANCE

Nosso blog tem como objetivo elucidar suas dúvidas sobre como participar de leilões de forma segura, transparente e ágil. Criaremos conteúdos exclusivos com dicas, informações, passo-a passos e as novidades sobre o mercado de leilões.

TUDO SOBRE LEILÕES JUDICIAIS

bottom of page